Visita indesejada: Sport goleia Grêmio na Arena por 3 a 0 pelo Brasileirão

FOTO: LUCAS UEBEL / GRÊMIO

FOTO: LUCAS UEBEL / GRÊMIO

A 34ª rodada do Brasileirão teve o enfrentamento do Grêmio com o Sport-RE na Arena. A Grêmio ainda querendo algo na competição e mirando o G-6. Já o Sport, lutando para fugir do Z-4 para se tranquilizar na tabela e se tranquilizou em alto estilo: Fez o 0x3 em plena Arena com dois golaços de Diego Souza e um de Rogério e viu um Grêmio sem reação, jogando abaixo do nível que vinha jogando.

O jogo com 6 minutos do primeiro tempo tinha um Sport fechado, bem como o Grêmio. Nenhum time havia pisado na área do outro. As jogadas eram feitas pelo meio. Aos 10 minutos persistia a burocracia em campo em um jogo feio e pobre taticamente. Com 12 minutos, finalmente algo interessante: Pedro Rocha foi lançado e iria adentrar na área, mas foi derrubado. Na cobrança, Walace estourou a barreira com uma péssima batida. Jogados 17 minutos, Grêmio e Sport apertvam a marcação em momentos diferentes. Grêmio pressionava os extremas e o Sport reforçava a marcação na zona de criação e aos 18, após cruzamento de Negueba, Douglas quase faz um golaço depois de aparar de primeira. Era a primeira chance de gol. Aos 27 minutos, Ronaldo errou na saida de bola e Pedro Rocha tentou o chute de fora da área, mas errou por pouco. A bola raspou a trave de Magrão.

O Grêmio despertara no jogo e Negueba aos 30 minutos chutou forte, mas a bola mais uma vez passou ao lado da trave de Magrão, mas o placar seguia 0x0. O Sport revidou aos 35 minutos após um cruzamento de Diego Souza para Neto Moura que bateu por cima do gol de Grohe. O primeiro tempo chegava aos 42 minutos com a mesma pegada: Um Grêmio que criava vez ou outra e um Sport que não tinha feito Grohe trabalhar. Mas aos 45 minutos, no final do primeiro tempo, a defesa gremista bobeou, a bola sobrou para Diego Souza que de fora da área acertou um lindo chute de sem pulo que não deu chance de defesa para Grohe e abriu o placar na Arena. O Sport fazia o 0x1 no time do Grêmio.

Na volta para a etapa complementar, logo com 1 minutos de jogo, o Sport ampliou o placar: Ruiz foi até a linha de fundo e cruzou para Rogério, que pegou de primeira e mandou a bola para o fundo das redes em outro golaço através de um chute rasteiro com muita força. O Sport ampliava o placar para 0x2 em plena Arena. Aos 10 minutos, o Grêmio tentava diminuir o prejuízo, mas pouco criava. O time do Sport especulava, afinal, já tinha o placar na mão. Aos 18 minutos, o Grêmio tentava se impor novamente, mas era insuficiente no jogo. Jogados 24 minutos da etapa complementar, o time de Renato seguia não construindo muita coisa. As jogadas morriam nas faltas do Sport ou pela falta de criatividade. O Sport seguia administrando os 0x2 que havia feito.

Jogados 30 minutos do segundo tempo, o Grêmio fazia muitas jogadas pelos lados, principalmente com Marcelo Oliveira, mas nada surtia efeito prático e o time gremista seguia sem converter as chances, enquanto Diego Souza dava show na Arena: Ele escapou para o ataque, fica cara a cara com Grohe, chutou por cobertura e a bola cuidadosamente morreu na trave. Seria o 0x3. O jogo percorreu no segundo tempo chegando aos 40 minutos e tinha um Sport ainda superior ao Grêmio. Tocava a bola e deixava o tempo passar. A verdade é que o tricolor parecia absorver o resultado negativo, sem muito ímpeto para tentar reverter a situação. E então, aos 44 minutos o golpe final: Mais um gol de Diego Souza e estava definido os 3×0 O jogo foi até os 47 minutos e acabou sem nenhum brilho pelo Grêmio e com um Sport satisfeito e um pouco mais aliviado por fugir um pouco mais do Z-4.

Sport: Magrão; Apodi (Serginho), Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Renê; Ronaldo (R. Mancha), Neto Moura, Diego Souza e Everton Felipe; Rogério (Reinaldo L.) e Ruiz. Técnico: Daniel Paulista

Grêmio: Marcelo Grohe, Wallace Oliveira, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Jaílson, Negueba (Ty), Douglas; Pedro Rocha (Guilherme) e Henrique Almeida (Batista). Técnico: Renato Portaluppi

Comentários

Comentários