Tobias Fretta: O Futebol É Uma Caixinha de Clichês

FOTO: LUCAS UEBEL/GRÊMIO

FOTO: LUCAS UEBEL/GRÊMIO

Quem não faz leva. O início da partida foi esperançoso. Mostrando logo seus atributos ofensivos, o time de Roger controlava a partida e criava chances. Bola na trave, que não altera o placar, de Luan, chute do Maicon da entrada da área, parecia que o Grêmio iria manter a série de vitórias. Até Douglas perder uma bola dominada no meio e gerar o contra-ataque adversário. Primeiro defeito recorrente desse time. Luan e Douglas precisam entender o momento do simples, de apenas proteger a bola, chamar a falta quem sabe. Seguidamente esses jogadores proporcionam ataques em que a defesa está saindo. Volantes mal posicionados, tabela de canela e 1 a 0 Sport . Então o time se desconcentrou. E bastou adormecer para brotar o pesadelo tricolor. Escanteio contra o Grêmio virou pênalti. E pênalti mal marcado meus amigos, entra e entra muito. Lei do ex, Diego Souza. Placar injusto, a bola pune. Mas existe justiça no futebol?

Dois a zero é placar perigoso. Alheio aos toques horizontais de Giulano, à pouca efetividade dos homens da frente, à má partida dos volantes, Geromel mostrou que a alcunha de mito não surgiu ao acaso. Aproveitou as duas oportunidades que teve e empatou o jogo. E o melhor, com tempo para virar. Só que alegria de pobre dura pouco. Novo pênalti, opa, escanteio contra o Grêmio e mais um gol do Sport. Já ganhou contornos vexatórios. Dizem que se deve marcar a bola e não o adversário, que goleiro brasileiro, principalmente o Grohe, não sabe sair do gol. Sinceramente não sei do que se trata. As desculpas já se tornaram intragáveis. São incontáveis as vezes que a bola aérea tem nos atrasado na tabela. Campeonato de pontos-corridos se ganha contra os pequenos, o Grêmio nunca aprende a lição.

Agora é virar a página e pensar no próximo jogo. A equipe batalhou, brigou, mas infelizmente o resultado não veio. Se tem um ponto positivo na derrota é atestar que o time sempre adota uma postura propositiva. Pode ser o Palmeiras em São Paulo, Galo no Horto, Gre-Nal. Com seus defeitos, suas virtudes, esse time dá a oportunidade de torcer sempre esperando os três pontos. Há muito campeonato, próximo jogo na Arena. Com o apoio do torcedor, façamos o dever de casa. Mas há que corrigir, se reforçar, aprender e até um pouco se reinventar. Com fórmulas repetidas, o Grêmio verá suas campanhas virarem eternos clichês.

Comentários

Comentários