Suposta pesquisa encomendada pela gestão do Inter estremece eleição colorada

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Uma gravação em que uma empresa de telemarketing liga para os associados do Inter, faz perguntas a respeito do trabalho do clube e, em determinado momento, descamba a questionar sobre candidatos, eleição, em quem o membro do quadro social votaria e o que acha do candidato x, y, z causará um rebuliço no pleito colorado.

Integrantes da oposição prometem entrar com um protocolo junto à comissão eleitoral uma vez que, em contato com a instituição pesquisadora, se chegou à informação de que a pesquisa foi encomendada pela atual gestão do Inter – que tem Pedro Affatato como candidato à presidência. A conversa de cerca de quatro minutos – registrada em áudio – está transcrita abaixo:

– Recebi uma ligação, te retornei, caiu em uma pesquisadora…
– Sim, montei uma equipe para organizar uma pesquisa.
– O que tua pesquisadora me passou é que a pesquisa foi encomendada pelo marketing do Inter…
– Eu teria de ver com eles, não tenho autorização para te dizer algo a respeito.
– Mas tua pesquisadora já me disse que foi encomendada pelo marketing do Inter…
– Sim, pelo marketing, pelo administrativo… qual é tua dúvida?
– Quem encomendou a pesquisa?
– Foi o clube.
– Mas o vice-presidente de marketing negou que tenha pedido qualquer pesquisa…
– Quem é o vice de marketing?
– O Luiz Henrique Nunes…
– O Nunes, sim. Ele é da equipe. Eu até posso ver com ele se eu posso divulgar para você essa informação. O nome de com quem eu trato no Inter. Vou conversar com eles para ter autorização para te falar sobre isso.

Segundo a ouvidoria do clube, nenhuma pesquisa foi encomendada pelo Inter. As ligações se tratam de um uso indevido do nome do Inter. Em contato com o Mundo Gre-Nal, o vice de marketing Luiz Henrique Nunes rebate, da mesma forma, qualquer pesquisa. Nunes foi categórico ao declarar:

Não fiz, não fizemos pesquisa e não faremos pesquisa alguma. Nosso foco é o futebol e não a política. Não é o momento de falarmos sobre política. Temos de tirar o Inter desta situação.

Um associado que recebeu a ligação – que pediu para não se identificar – resume a conversa:

A pesquisa iniciou com gestão de futebol, categorias de base, transparência, preço de ingressos. Depois me perguntaram minha opinião sobre Pedro Affatato, em quem eu votaria para presidente se os candidatos fossem Medeiros, Amarante, Luciano Davi, Ibsen Pinheiro e Affatato.

Nos próximos dias, um documento será enviado à comissão eleitoral para que a gestão se explique a respeito destes telefonemas.

Comentários

Comentários