Santa Cruz goleia os reservas do Grêmio por 5×1 em Recife

FOTO: LUCAS UEBEL / GRÊMIO

FOTO: LUCAS UEBEL / GRÊMIO

O Grêmio viajou com plantel e técnico reserva para Recife e a 37ª rodada do Brasileirão entre Santa Cruz e Grêmio no estádio do Arruda foi um jogo de apenas certo “cumprimento” de tabela. Os tricolores realizaram um jogo bom com dois times bem verticais, querendo e buscando o gol a todo momento. E isso resultou em uma sonora goleada do Santa Cruz por 5×1 em cima dos reservas do Grêmio.

Jogados 8 minutos da primeira etapa, o Santa Cruz logo já atacou o Grêmio com Derley, mas Leo fez defesa importante. Com 12 minutos, um gol gremista de Henrique Almeida foi anulado. O jogo seguia no 0x0, mas apesar dos reservas gremistas e do já rebaixado Santa Cruz, o jogo era muito movimentado. Jogados 21 minutos de jogo, os times jogavam de fora aberta e querendo o jogo. Pelo Santa Cruz o mais perigoso eram Keno e Grafite. Já pelo lado gremista, Negueba e Pedro Rocha se destacavam bastante com arrancadas e tabelamentos.

Com 38 minutos de jogo os times seguiam se atacando, mas o Santa Cruz era um pouco mais vertical com Grafite que recebeu pela direita, entrou na área e finalizou sobre o gol de Leo. O Grêmio respondeu com Iago pelo lado esquerdo, tentando Bolaños, mas a bola morreu na linha de fundo. Jogados 43 minutos, o time de Recife ainda conseguia ser mais superior ao Grêmio, que baixara as investidas e parecia aguardar o final do primeiro tempo. Com 44 minutos, após erro no ataque, o Grêmio sofreu na defesa. Keno avançou e tocou para Grafite na área. Wallace Reis desarmou o centroavante. A primeira etapa se encerrou aos 47 minutos.

Na volta para etapa complementar, o Santa Cruz aos 3 minutos abriu o placar com Grafite: Keno colocou na cabeça do centroavante, às costas de Wallace Reis. O camisa 23 só escorou no canto de Leo. Era o 1xo do time de Recife em cima do Grêmio. Mas o tricolor gaúcho apurou e logo reagiu com Bolaños e empatou aos 8 minutos: O equatoriano dominou na meia direita, tabelou com Pedro Rocha, entrou na área e bateu rasteiro para fazer o gol gremista. O jogo era muito movimentado, e aos 12 minutos o Santa Cruz veio de novo para cima do Grêmio e fez o segundo gol com Leo Moura: O meia João Paulo cruzou na área, Grafite desviou e Leo fez grande defesa. No rebote, Leo Moura desviou e o goleiro Leo, caído, abraçou a bola dentro do gol.

Jogados 21 minutos, o Santa Cruz seguia pressionando o Grêmio e fazia o goleiro Leo trabalhar com intensidade, realizando defesas importantes. O Grêmio não conseguia sair jogando e empatar estava complicado. Já aos 30 minutos, Henrique Almeida dominou na ponta da área e bate em cima da marcação. O tricolor pouco fazia para reagir e o ataque que havia funcionado bem na primeira etapa, na segunda não era o mesmo. Jogados 37 minutos, o meio campo do Grêmio armava pouco e não tinha um articulador de origem, logo, a bola chegava quase nunca para o ataque. O Santa Cruz seguia pressionando e o terceiro gol aconteceu: O lateral Roberto em cobrança de falta ampliou o placar para o time de Recife! E não parava por ali! O Santa Cruz queria mais e conseguiu fazer o quarto gol com Grafite: Após boa construção de jogada, Vitor recebeu dentro da área e cruzou na segunda trave. O centroavante só escorou para o gol vazio. Após o quarto gol, veio o quinto: Arthur, arrancou pelo lado esquerdo, cortou para o meio e finalizou no canto de Leo. O jogo terminou logo após o quinto gol do Santa Cruz.

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Vítor, Néris, L. Peres, Roberto; Derley, João Paulo, Léo Moura; Arthur, Keno (Pisano), Grafite. Técnico: Adriano Teixeira

Grêmio: Leo; Wallace Oliveira, Wallace Reis, Rafael Thyere e Iago; Kaio, Guilherme Amorim (Moisés), Negueba (Ty), Bolaños e Pedro Rocha; Henrique Almeida (Batista). Técnico: James Freitas

Comentários

Comentários