Quetelin Rodrigues: “CHEGOU A HORA”

Foto: Lucas Uebel/GFPA

Foto: Lucas Uebel/GFPA

Eis que eu me encontro aqui, mais uma vez, sem conseguir parar de pensar na final.

Esses 20 dias nos quebraram as pernas. Eu duvido que algum gremista conseguiu dormir tranquilo.
Agora então, as horas vão se aproximando, a dor de barriga vai aparecendo e a gente não consegue mais pensar em outra coisa.

Hoje eu vi um aeroporto cheio de esperanças. Cheio de energia positiva. Cheio de gremista que não aguenta mais esperar.

É um grito que tá entalado há muito tempo.

A gente sente que a nossa libertação tá próxima, mas a gente também entende que a missão não é fácil.

Eu vi um Grêmio MORDENDO contra o Cruzeiro. E mesmo com uma vantagem de 2 a 0 no placar agregado, eu vi um time brigando pela bola como se fosse um prato de comida, aos 45 do segundo tempo, em casa, com a classificação na mão.

É esse espírito que eu quero ver em BH.

Não vai ser fácil, a gente sabe disso.
Mas eu acredito em ti, Grêmio! Eu acredito na nossa história! Eu acredito na nossa torcida!

E é por isso que hoje eu embarco de novo pra BH.
Eu to sentindo aquela coisa boa mais uma vez!
Eu to sentindo que a gente vai sair vivo de lá.

Por nós, Grêmio! Pela nossa história!
Vamos com tudo!
Vamos copar!

Comentários

Comentários