“Por um Grêmio forte” é o lema da situação política gremista

FOTO: GRÊMIO / LUCAS UEBEL

FOTO: GRÊMIO / LUCAS UEBEL

O Mundo Gre-Nal teve acesso a um material muito interessante sobre os planos e metas políticas/financeiras do Grêmio para seguir nessa “tocada” saudável do clube para as próximas gestões. O bastidor político do Grêmio têm atualmente cerca de 15 movimentos políticos envolvidos na próxima eleição, porém 8 deles estão convergidos nesse lema: “Por um Grêmio forte”.

O manifesto refere a reafirmação da determinação de defender os valores permanentes do Grêmio e do seu Quadro Social. A proposta para o Conselho Deliberativo se mescla por gremistas experientes e jovens que têm na sua origem, tanto o espírito copeiro e aguerrido de orgulho de ser Grêmio, entrando na modernidade do que tange a administração do clube.

A proposta deste fortalecimento envolve tudo o que o atual Presidente gremista Romildo Bolzan vem pregando na sua gestão: Fortalecer o clube de forma plena, bem como fortalecer também o próprio futebol dentro das quatro linhas. Com isso, se faz uma gestão consciente no que se refere aos investimentos. Esse movimento tem como base o Flamengo lá de 2013, que na época não se preocupou com títulos, mas sim com a saúde financeira do clube. Essa restruturação clubística de forma extrema e com metas para que isso tivesse se concretizado.

O Presidente Romildo Bolzan, que apoia essa iniciativa, inclusive declarou ao próprio Mundo Gre-nal em recente entrevista exclusiva que: “Se teu objetivo é manter um governo austero, manter um governo que busca readequar processos, e principalmente que busca atualizar situações de compatibilizações de receitas de despesas no mesmo nível, quer dizer, “o que eu arrecado é o que eu gasto”, quando tem uma situação dessa natureza tu tem que ter evidentemente convicção de propósito pra fazer o que tem que fazer. E ainda estamos nesse processo, pois planejamos um processo pra dois, três, quatro anos.”

Esse manifesto “Por um Grêmio Forte” terá o lançamento oficial amanhã, quarta-feira (17 de Agosto) às 19h na Sogipa onde as propostas, ideias e metas serão lançadas.

 

 

Comentários

Comentários