Paulo Inchauspe: “Uma quase decepção”

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Num domingo a gente chega na Arena para ver o tricolor fazendo a sua melhor participação no campeonato, esmagando o futebol do São Paulo e mostrando toda a superioridade com a bola dentro de campo. O time para uma semana para treinar, para supostamente melhorar e entrar com a mesma estabilidade do jogo anterior contra um adversário infinitamente inferior, o que esperamos? Um bom saldo de gols e uma vice-liderança do campeonato… o que ganhamos? Um quarto lugar empatado em pontos com Santos e Palmeiras, que era líder mas perdeu as ultimas duas e desceu a tabela.

Certamente não é um caso de desespero, mas é um caso de se pensar o que acontece e deixa o time completamente diferente do que vimos no jogo contra o São Paulo. O que se treina? Eu já perguntei isso aqui… não consigo explicar.

Vimos um Grêmio sem atitude, sem vontade e parecendo estar de salto alto…, mas um time fraco, anêmico. Se quisermos realmente ter um titulo de expressão vamos ter que pelear mais, manter a estratégia e a garra do jogo que vimos na Arena, aquele modelo seria perfeito, mas vou ser obrigado a deixar essa conta do jogo com o Roger.

Ate a próxima!

Comentários

Comentários