Paulo Inchauspe: “Retomando”

FOTO: LUCAS UEBEL/GRÊMIO

FOTO: LUCAS UEBEL/GRÊMIO

Escutei no rádio o Douglas, nosso camisa 10, dizendo que tinham conversado no vestiário sobre os desempenhos recentes do Grêmio e que isso não poderia continuar. Ora bolas, todos nós torcedores tricolores sabemos o tamanho do nosso time e vendo os jogos conseguimos perceber a falta de interesse de alguns atletas dentro de campo com grande frequência.

Pensemos: o pessoal sobe para o profissional e começa a ter algumas vantagens na vida que até então, desconhecia. Começam as badalações e as festas, o dinheiro melhora, as condições melhoram, praticamente tudo melhora. Proporcionalmente temos visto o futebol piorar principalmente entre esses meninos que eram da base e que subiram recentemente.

Meus queridos, qualquer um de nós aqui gostaria de fardar o manto sagrado e com toda a vontade do mundo jogar pelo tricolor ganhando acima de cem mil reais por mês e tendo a quantidade de regalias que esses meninos têm. Aí eu escuto o Douglas dizendo que estava faltando vontade e me deu uma sensação estranha…

Contra o Santos o tricolor foi bem superior dentro da Arena, marcando e atacando com intensidade, coisa que não tínhamos visto ultimamente. Mas o que mudou então das últimas partidas para o jogo contra o peixe? Preleção? Sifragol? Simancol? Pô gente, não subestimem a torcida de vocês, sabemos que o Grêmio precisa de reforços, todos sabem.. mas se imprimir um pouco mais de empenho, concentração e vontade a gente leva algum título esse ano.

Mas para isso, precisa ter a atitude de jogar e se comprometer com o peso da camiseta que vocês estão fardando! É o mínimo que se espera de um jogador gremista. É tudo que queremos no Grenal.

Comprometimento, concentração e vontade.

Bom Gre-Nal a todos!

========================================

Paulo Inchauspe

Paulo Inchauspe é gremista, tem 46 anos e é natural de Santana do Livramento.
 Mora em Porto Alegre desde os cinco anos de idade. Em 1983 jogou na escolinha do Grêmio como goleiro mas a sua falta de habilidade o levou para o mundo da música. Hoje, depois de 15 anos trabalhando como radialista, Inchauspe é produtor musical, guitarrista, idealizador do projeto Fossa Nova e pai do João e do Arthur.

Comentários

Comentários