O que Renato receberá para levar o Grêmio à Libertadores ou ganhar a Copa do Brasil

Foto: Rodrigo Rodrigues/Grêmio FBPA

Foto: Rodrigo Rodrigues/Grêmio FBPA

Por três meses como funcionário do Grêmio, o técnico Renato Portaluppi receberá pouco mais de R$ 1,2 milhão. São R$ 400 mil por mês para recuperar o grupo deixado por Roger Machado e encaminhar uma classificação à Copa Libertadores e/ou vencer a Copa do Brasil. Nos dois casos, há expressivas bonificações, sendo que pessoas com trânsito no vestiário tricolor dão conta de que se tratem de cifras milionárias.

A verdade é que Renato, o auxiliar Alexandre Mendes, o coordenador-técnico Valdir Espinosa e o vice de futebol Adalberto Preis definiram o prazo de validade junto ao vestiário do Grêmio muito antes da apresentação ocorrida na última segunda (19). Serão apenas três meses de contrato, sem cláusula de renovação automática. Claro que, em caso de taça na Copa do Brasil ou vaga na Libertadores, a força da torcida e a pressão interna pela continuidade de Renato pesarão. Mas, então, será tempo para novas conversas.

Comentários

Comentários