Os motivos da reserva inesperada de Nico López

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Ainda que a postura tática de Celso Roth e seu 4-1-4-1 bem destacado nos treinamentos com bola no CT do Parque Gigante tenham enchido os olhos do torcedor, a saída de Nico López do time titular fez com que os colorados esbravejacem desde as redes sociais até o mais remoto e minúsculo boteco de Porto Alegre. Porém, há motivos para o uruguaio de 21 anos deixar os 11 iniciais e amargar uma curta temporada no time de baixo.

Nico López sente dores no tornozelo – algumas vezes trota como se estivesse mancando – e está fora de suas melhores condições físicas. Os médicos do Inter estão tratando o incômodo no tornozelo do principal reforço da gestão Piffero, mas é Élio Carravetta quem fará com que a promessa voe a partir de setembro.

Como o Inter tem três semanas cheias de trabalho nos intervalos das partidas entre Chapecoense (15), São Paulo (21) e Sport (28), o coordenador de preparação física do Inter fará trabalhos especiais com Nico López. O atleta não perderá treinos com Celso Roth, mas terá de se doar mais que os companheiros para entrar no ritmo que o final de temporada no Brasil pede.

Comentários

Comentários