Oposição dividida dá força para a situação na eleição presidencial do Grêmio

FOTO: PEDRO ESPINOSA / MUNDO GRE-NAL

Quem era o franco candidato da oposição para enfrentar o atual presidente gremista Romildo Bolzan, que é da situação, não é mais.

Dênis Abrahão não será mais candidato ao pleito presidencial do Grêmio pela oposição. Com alegações de conflitos de agendas relacionados ao seu trabalho fora do Grêmio, bem como divergências de alguns familiares seus quando da sua volta ao clube, motivaram Dênis a desistir do desafio. Outro apontamento de sua desistência teria sido a falta de apoio de alguns gremistas históricos no seu lançamento para candidato.

Isso realmente dá muita força para a situação que hoje é representada pelo atual presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior que teria sua reeleição mais facilitada perante ao enfraquecimento da oposição.

Comentários

Comentários