Mesmo no Grêmio, Giuliano rende quase R$ 700 mil aos cofres do Inter

Giuliano

FOTO: LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA

A compra e a venda de Giuliano renderam aos cofres do Inter. Em valores exatos, cerca de R$ 616 mil. Tudo por conta do Mecanismo de Solidariedade do Regulamento de Transferências da Fifa. Diz o artigo 21:

Se um profissional for transferido antes do fim do seu contrato, qualquer clube que tenha contribuído para a sua educação e formação receberá uma percentagem da compensação paga ao clube anterior

Assim, o Inter, que já havia recebido R$ 271 mil pelo meia em 2014, quando o Grêmio contratou Giuliano, volta a receber outros R$ 345 mil pelo negócio com o Zenit. A diferença é que, desta vez, é o Zenit quem pagará o rival gaúcho e não o Grêmio, como ocorreu há dois anos.

Os termos da Fifa estipulam que os clubes formadores recebam sua quantia em até 30 dias. O camisa 8 ficou entre janeiro de 2009 a janeiro de 2011 no Beira Rio, com os colorados tendo o direito de receber 1,5% em qualquer transferência do meia. O Paraná, outro formador do meia, também receberá uma quantia.

Comentários

Comentários