Jéssica Loures: “Não odeiem o Internacional”

Foto: Anderson Kblo/Internacional

Foto: Anderson Kblo/Internacional

Sou torcedora do Internacional. Daquelas que amam o escudo e tem muito orgulho em defendê-lo. Sou daqueles torcedores apaixonados, que vivem intensamente o dia a dia do clube.

Este ano o Inter foi reduzido a pó, graças a aqueles que comandam o clube disfarçados de torcedores apaixonados. Eles quebraram o Inter, mancharam nossa história, não cansaram de dar vexame e diante do episódio mais trágico da história do futebol brasileiro, deram mais um. Foram insensíveis, desumanos. Eles, dirigentes. Nós torcedores não.

Passei a madrugada acordada rezando para que todos os tripulantes do avião estivessem bem. Não dormi, não cochilei. Fiquei ali ligada na rádio esperando boas notícias. Naquele momento, a palavra rebaixamento não passou pela minha cabeça, até então porque isso pouco importava.

Quando divulgaram o pequeno número de sobreviventes, perdi o chão. Como se parentes meus tivessem dito “adeus”. Foi um dos piores dias que vivi. A tal palavra “rebaixamento” que já não tinha importância alguma, desapareceu. Não tinha qualquer relevância perto das vidas que se perderam.

Por favor, não odeiem o Internacional. Um clube não é de dirigentes ou de jogadores pretensiosos. O clube é de sua torcida. O Inter somos nós, torcedores apaixonados.

Se o clube tivesse uma voz pediria perdão pelas declarações infelizes daqueles que supostamente deveriam nos representar. A voz do Inter está embargada por conta da tragédia que assolou a Chapecoense. A voz de nossa torcida também grita “Chape, campeã”.

O que dirigentes ou jogadores falam neste momento não nos representa, pois eles estão preocupados com os próprios interesses. Eles nos apequenaram, mas nossa torcida é grande e forte demais para se deixar calar.

Não tem tragédia nenhuma no Internacional. O que aconteceu este ano foi um amontoado de erros que nos colocaram em uma situação ruim que há de ser corrigida com o tempo e em campo.

QUE SE FODA O REBAIXAMENTO. Nós torcedores colorados não estamos pensando nisso. Tragédia é o que aconteceu na Colômbia e é tudo que importa agora.

O Inter é um clube que possui uma torcida que tem um imenso coração. Queremos muito nosso time na série A, mas sabemos que esta equipe não merece. Passamos o ano apoiando cada um deles e não recebemos nada em troca. Esta equipe e esses dirigentes merecem cair.

Mas como sempre, quem sofre é o torcedor.

Não nos odeiem. Nós estamos com vocês.

SÉRIE B NÃO É NADA COMPARADA À VIDA.

#ForçaChape

Comentários

Comentários