Inter no Olímpico, Rafael Moura decisivo e adeus de Robinho: o Brasileirão contra o Santos

Foto: Alexandre Lops/Internacional

Em 2014, Rafael Moura marcou para o Inter no Beira-Rio. Foto: Alexandre Lops/Internacional

por Alexandre Sampaio, especial

Internacional e Santos se enfrentaram 27 vezes no Beira-Rio nos últimos 30 anos, sendo um pela Libertadores, dois confrontos pela Copa do Brasil e 24 pelo Brasileirão. O time colorado tem 14 vitórias pelo campeonato nacional e também venceu as duas partidas da Copa do Brasil. Já o Santos venceu em solo gaúcho quatro vezes, com oito empates.

Os principais destaques de outros confrontos:

  • O Inter venceu os últimos dois confrontos no Beira-Rio, já reformado para a Copa do Mundo de 2014. Foram pelo Brasileiro de 2014 e 2015, com dois placares iguais (1×0).
  • O Santos venceu pela última vez em solo gaúcho em 2013, porém o jogo foi no estádio do Vale em Novo Hamburgo, 2×1.
  • No Beira-Rio, a última vitória do Santos foi em 2008 (1×0), onde Tite era o treinador do Inter e D’Alessandro foi apresentado à torcida, chegando em Porto Alegre naquele dia.
  • No ano de 2012 foram dois empates, sendo o de 1×1 pela Libertadores, onde Neymar causou um estrago na defesa do Inter e só foi parado por Rodrigo Moledo em lance violento (e sendo expulso, obviamente). Por sorte acabou em empate. No Brasileiro foi 0x0, em jogo muito fraco.
  • Em 2011 parecia uma vitória tranquila com placar de 3×0 até os 30 minutos do segundo tempo, levando o empate em 15 minutos. A torcida marcou o zagueiro Bolívar por falhar em dois gols e permitir o empate. Depois desse jogo, Bolívar deu entrevista dizendo que solicitou o “afastamento temporário” do time titular com o argumento de que as culpas dos maus resultados do time eram sempre responsabilidade dele.
  • No jogo de 2007 o gramado do Beira-Rio não tinha condições de jogo, parecia uma piscina, mesmo assim a partida ocorreu e Alexandre Pato decretou a vitória colorada.
  • A vitória do Santos em 2005, marcou a despedida de Robinho do time paulista (iria jogar no Real Madrid). O jogador fez o gol da vitória.
  • Os times se enfrentaram duas vezes no Beira-Rio em 2002, sendo uma pela Copa do Brasil (vitória do Inter 1×0), e pelo Brasileiro (vitória do Inter 3×0). Celso Roth estava nos dois confrontos (na Copa do Brasil era treinador do Santos e no Brasileiro estreava pelo Inter pela segunda vez).
  • A fase era tão ruim para o Inter em 1999 que o time saiu na frente, João Gabriel defendeu um pênalti e mesmo assim tomou a virada, sendo que o gol da vitória do time santista foi muito bonito, onde Dodô deu um “chapéu” em Lúcio e bateu de primeira de fora da área.
  • Em 1997, Celso Roth era o treinador do Inter em três confrontos, com três vitórias:
    • Copa do Brasil – 2×0 – dois gols de Arílson e vitória nos pênaltis, com classificação para as quartas de final.
    • Brasileiro – 2×0 – Dois gols de Christian
    • Brasileiro – 4×1 – jogo pelas semifinais do campeonato com gols Fabiano, Marcelo Rosa, Christian e Anderson
  • Há quase 22 anos (em 07/09/1995), o time de Abel Braga, apresentando um bom futebol, vencia por 4×2 com três gols de Leandro Machado e assumia a liderança isolada do grupo na competição.
  • Em 1991 o empate em 1×1 (gols de Paulinho para o Santos e Lima para o Inter) ocorreu no Estádio Olímpico devido à interdição do Beira-Rio.
  • Na Copa União de 1988 as partidas empatadas eram decididas nos pênaltis. Inter e Santos empataram em 0x0 e o time colorado venceu nas cobranças de penalidades por 5×3.
  • Por último, na Copa União de 1987 o Inter venceu o time santista por 2×0 (dois gols de Amarildo) após um longo jejum no campeonato (curioso!). Eram seis jogos sem vencer.

Comentários

Comentários