Grêmio desconta, mas perde para o Flamengo em Brasília

FOTO: DIVULGAÇÃO / TWITTER GRÊMIO

FOTO: DIVULGAÇÃO / TWITTER GRÊMIO

De fato foi um domingo para ser esquecido pelo Grêmio. O time de Roger Machado não consegue vencer fora de casa e em nada foi parecido com suas últimas atuações. Já eram 270 minutos sem levar gols, mas o Flamengo quebrou essa sequência e venceu o tricolor por 2×1 com gols de Diego e Leandro Damião.

Logo aos 2 minutos de jogo o Flamengo chegara muito forte, tentando pegar a zaga gremista descomposta com Cuéllar levando muito perigo. Na sequência Douglas e Bolaños tabelaram e atacaram, mas sem conclusão ao gol carioca.

Perto dos 6 minutos da primeira etapa, Jorge do Flamengo cruzou na área gremista, mas Grohe saiu bem. O Grêmio jogara com muito nervosismo e parecia sentir o clima errando muitos passes e saídas de bola. O Flamengo jogara muito pelo lado direito sempre nas costas de Wallace Oliveira. Aos 10 minutos, mais uma vez Jorge dessa vez tabelando com Gabriel quase marca para o Flamengo. O volante Maicon não permitiu que a jogada fosse finalizada. Já aos 11 minutos Pará coloca no travessão gremista. Os cariocas eram melhores nesse momento do jogo.

O meia Diego aos 13 minutos da primeira etapa bateu falta nas mãos de Grohe. Nesse momento o Grêmio não conseguia sair jogando com a bola no chão. E em mais um erro de saída de bola, dessa vez Maicon, o Flamengo quase marca com Damião. E na primeira vez de um ataque gremista de verdade, Everton quase consegue o domínio de bola cara a cara com o goleiro do Flamengo. Eram jogados 19 minutos do primeiro tempo.

Nos 21 minutos Wallace Oliveira quase abre o placar para o Grêmio. Após tabelar com Ramiro, ele bateu forte tirando tinta da trave do gol flamenguista. Mas o time carioca estava muito ligado. Nos 25 minutos Rafael Vaz, Damião e Diego fizeram uma blitze na área gremista quase abrindo o placar, mas Marcelo Grohe em uma sequência de defesas salvara o tricolor.

O Grêmio muito mal no jogo e aos 28 minutos Geromel faz pênalti em Damião. Ele mesmo cobrou e marcou colocando o Flamengo na frente do placar com 1×0. Até esse momento o Grêmio nada produzira. Os seus dois volantes muito marcados, Douglas nada fazia e o ataque muito menos, afinal, não era abastecido. Aos 35 minutos uma falta importante a favor do Grêmio que Douglas colocou na barreira. Após um escanteio que em nada fez efeito. O time de Roger Machado não estava nada bem.

Jogados 41 minutos da primeira etapa o quadro pintado era igual: Com os “borrões” azuis do Grêmio que em nada acertava, fosse passes, fosse finalizações e um Flamengo com uma bela tela cheia de destaques com chutes ao gol gremista e atacando muito o time gremista.

A tragédia poderia aumentar aos 43 minutos: Damião limpa o goleiro, passa para Everton que finaliza, mas Marcelo Oliveira afasta a bola em cima da linha do gol do Grêmio. O primeiro tempo acabara aos 46 minutos e o Grêmio poderia ter tomado mais gols.

Na volta dos times para a segunda etapa, o Grêmio veio diferente com Linconl na meia cancha, indo Ramiro para a lateral. Roger sacara Wallace Oliveira do time. Logo aos 2 minutos da segunda etapa, Linconl cavou escanteio para o Grêmio que em nada surtiu efeito. Já aos 5 minutos o Grêmio parecia estar com mais vontade e encarava com mais “fome” o Flamengo. Everton em uma jogada pela lateral com muita velocidade quase consegue um cruzamento para a área carioca. Aos 8 minutos, uma chance para o Flamengo: Jorge bateu forte acima do gol de Grohe. Apesar disso, o Grêmio parecia estar mais atento na partida.

Aos 13 minutos num ótimo lançamento de Douglas, Bolaños quase marca e quase iguala o placar. Pará desarmara o equatoriano na hora H da finalização. O tricolor pressionava os cariocas que tinha no seu goleiro Alex Muralha. Aos 15 Geromel bateu forte e o goleiro Muralha salvara.

Nos 20 minutos da segunda etapa Roger Machado sacou Bolaños do time e colocou Henrique Almeida para tentar um algo mais. Jogados 24 minutos do segundo tempo o Grêmio caíra no mesmo marasmo da primeira etapa e aos 25 minutos o atacante gremista Everton tropeça na bola sozinho que sobra para Diego que ampliou para os cariocas. Na sequência, após saída de bola rápida, Ramiro acreditou, correu, cruzou para Henrique Almeida descontar para o Grêmio. O placar ficara 2×1 para o Flamengo.

Aos 34 minutos os times mexeram em algumas peças, mas o jogo em si segui igual e com um Flamengo ainda com vantagem dentro de campo. Apesar do Grêmio ter descontado, pouco conseguiu criar para tentar igualar o placar. Nos 35 minutos, Maicon perdera a bola perto da área do Grêmio, Mancuello, em seu primeiro lance, batera forte mas para fora.

Nos 41 minutos o Grêmio teve uma falta a seu favor que Linconl colocou na barreira, sem perigo nenhum para o Flamengo. O jogo foi se encaminhando para o final nos 49 minutos, com um Grêmio criando pouco como fez no jogo todo e um Flamengo querendo mais gols com Mancuello e Felipe Vizeu que a todo instante atacavam o tricolor.

Flamengo: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz, Jorge; Cuéllar, Márcio Araújo, Diego (Mancuello), Gabriel (Alan Patrick); Everton, Leandro Damião (Felipe Vizeu). Técnico: Zé Ricardo

Grêmio: Grohe, Wallace Oliveira (Linconl), Geromel, W. Reis, Marcelo Oliveira; Ramiro, Maicon, Douglas, Everton (Guilherme); Pedro Rocha e Miller Bolaños (H. Almeida). Técnico: Roger Machado

Comentários

Comentários