Grêmio faz recuo estratégico e breca contratações para a vaga de Giuliano

FOTO: LUCAS UEBEL / GRÊMIO

FOTO: LUCAS UEBEL / GRÊMIO

“Não teremos anúncio nenhum!” Esta foi a mensagem de texto de um dirigente gremista para o whatsapp do Mundo Gre-Nal. Ao que tudo indica, o tricolor faz um recuo estratégico em relação a possíveis reforços ainda para a temporada 2016 que contempla também a Copa do Brasil nos desafios gremistas.

Pelas recentes apurações do Mundo Gre-Nal, alguns jogadores foram oferecidos para o Grêmio, bem como sondados pelo tricolor gaúcho para os moldes da posição em que Giuliano (vendido ao Zenit-RUS) atuava. Se não vejamos: o meia do Atlético Mineiro Jesús Dátolo foi oferecido e sondado. O atleta conhecido pelo seu comportamento “difícil” dentro do vestiário quando não é titular, foi descartado. As bases salariais até já tinham sido acertadas em R$ 350 mil, mesmo salário que o jogador recebe no Atlético-MG, mas o negócio não evoluiu mesmo com todos os problemas jurídicos que envolvem os clubes, pois o tricolor ainda não recebeu toda a quantia financeira no que se refere a transferência do goleiro Victor para o Atlético-MG. A dívida entre os clubes já está em mais de R$ 8,5 milhões.

Ainda no âmbito Atlético MG e Grêmio surgiu o nome de Maicossuel. Atleta do Galo que o Grêmio também sondou. Nada feito e as tratativas não evoluíram também. Relativa a mesma dívida já citada na matéria, o clube de Minas Gerais não topou realizar o negócio “taco a taco” dívida pelo jogador.

O Grêmio então partiu para observação do meia Gabriel do Flamengo. Ele tem 26 anos e foi revelado no Bahia e interessava muito ao clube gaúcho. Mas na rodada passada (16ª) ele acabou realizando sua sétima partida pelo Flamengo, inviabilizando a contratação de qualquer clube que atua na série A. O meia até hoje é muito apreciado pelos dirigentes gremistas.

Surge então o nome de Agustín Allione, meia argentino de 1m69cm e 69kg que atua no Palmeiras e que completa 22 anos em outubro. O tricolor gaúcho fez uma consulta ao empresário do atleta Tomás Budelli sobre as condições para trazer o meia. Para que Allione vista as cores do Grêmio e deixe o Allianz Arena, apenas a compra satisfaria os paulistas. Segundo o empresário, os valores giram em torno dos US$ 7 milhões (R$ 22,9 milhões). Informações desde São Paulo dão conta que o time de Cuca tem interesse em se desfazer do meia e não será aproveitado na sequência do Brasileirão. O clube paulista possui 80% dos direitos de atleta. Os demais 20% são do Vélez Sarsfield. Quando comprou Allione do time argentino, em 2014, o Palmeiras pagou US$ 2,75 milhões – o equivalente a R$ 6 milhões de reais na cotação da época.

Com relação a Allione, nada evoluiu e pelas as informações apuradas pelo Mundo Gre-Nal o atleta não virá. Logo, ao que tudo indica, o Grêmio recua estrategicamente e aguarda para investir ou para apostar em algum atleta da base para a sequência da temporada.

Comentários

Comentários