Futuro do Grêmio será decidido nesta noite

FOTO: PEDRO ESPINOSA / MUNDO GRE-NAL

FOTO: PEDRO ESPINOSA / MUNDO GRE-NAL

A noite desta terça-feira reserva o futuro do Grêmio para os próximos três anos. O primeiro turno da eleição presidencial ocorre nesta noite com uma votação de 300 conselheiros que irão decidir a participação ou não do sócio neste pleito em um possível segundo turno no pátio.

Os 300 conselheiros fazem uma reunião extraordinária para realizar a votação em uma das chapas. Se ocorrer ausência de alguns votantes, os suplentes eleitos votam no lugar dos titulares no conselho. Para que haja segundo turno no pátio com a participação dos sócios, ambas as chapas precisam ultrapassar a cláusula de barreira de 20% dos votos, bem como são necessários 60 votos. O segundo turno está marcado, caso ocorra, para o dia 12 de novembro, data na qual os sócios escolheriam a chapa desejada e que irá comandar o clube pelos próximos três anos. Todo o pleito pode ter votação presencial ou pela internet.

Pela situação, a Chapa 1 chega para a disputa com esta nominata: Presidente: Romildo Bolzan Jr. Os Vice-presidentes: Adalberto Preis, Claudio Oderich, Duda Kroeff , Marcos Herrmann, Paulo Luz e Sergei Costa.

Já pelo lado da oposição, a Chapa 2 é representada por esta nominata: Presidente: Raul Mendes da Rocha. Os Vice-presidentes: Adalberto Aquino, Airton Ruschel, Fabio Koff Junior, Jorge Bastos, Omar Selaimen e Pierre Gonçalves.

A curiosidade fica por parte do filho do ex-Presidente gremista Fábio Koff. Fábio Koff Júnior mudou de lado nesta eleição com relação ao apoio. Antes situação e agora oposição, “Fabinho”, como é conhecido, se envolveu em uma polêmica no início deste ano: Um aúdio dele, vazado de um grupo de Whattsapp, tratava sobre Rui Costa onde nele, “Fabinho” fazia duras críticas ao ex-diretor executivo de futebol, bem como cobrava a demissão do dirigente: “Até o fim dos meus dias não vou me perdoar por não ter convencido o velho (Koff pai) a tirá-lo”, era o teor do áudio.

Comentários

Comentários