Ele vale ouro: Luan

FOTO: LUCAS UEBEL / GRÊMIO

FOTO: LUCAS UEBEL / GRÊMIO

O atacante Luan deu ao Grêmio o que o time de Roger Machado tinha perdido: Vitória pessoal e individual de jogador. Foi pelos pés de Luan, em jogada individual, batendo de fora da área que o menino dourado deu ao Grêmio o gol que salavaria a tarde dominical gremista.

Luan é o falso lento. Parece que não vai alcançar a bola, ou perder a dividida, mas não. Luan engana muita gente no seu modo de atuar. Ele tem uma característica diferenciada de comportamento dentro de campo e quando menos se espera ele vai lá e resolve. Assim tem sido ele para o Grêmio.

O que se espera de Luan é exatamente isso: Gols e resultado, porque futebol todos sabem que ele tem no corpo. O jogador foi fundamental para a Seleção Olímpica e é fundamental para o Grêmio. O time de Roger fica comum sem Luan. O que se sabe é que sua qualidade é indiscutível. A torcida se inflama quando Luan pega na bola e vai para cima dos zagueiros adversários, torcendo que dali saia alguma jogada.

O atacante por óbvio cansou ao final do jogo, mas correu, se dedicou, foi fundamental no empate que deixou os mais de 35 mil torcedores na Arena muito satisfeitos com sua atuação, mas tristes pelo resultado.

Comentários

Comentários