Direção do Inter define perfil do novo treinador e tem Mano Menezes como primeira opção à vaga de Argel

FOTO: ARQUIVO PESSOAL

FOTO: ARQUIVO PESSOAL

Uma entrevista na manhã desta segunda (11), em Recife, esclareceu o perfil procurado pelo Inter para o novo treinador da equipe. Argel foi derrotado pelo Santa Cruz, emendou seis partidas sem fazer três pontos e acabou desligado do comando técnico ainda em Pernambuco.

Uma reunião entre Vitorio Piffero, Pedro Affatato, Carlos Pellegrini e Marcos Marino que entrou madrugada a dentro definiu que Mano Menezes é o ficha 1 para o cargo de treinador do Inter. Abel Braga foi contatado, mas recusou qualquer proposta.

– Precisamos de um treinador que consiga reconduzir este grupo extremamente jovem, que tem muita competência. Fomos hexa do Gauchão e campeão da Recopa Gaúcha. Sabemos que esse grupo pode render bem mais. Um nome que venha dar tranquilidade – apontou o vice de futebol Carlos Pellegrini.

– Não temos problema com essa questão financeira. Temos que pensar que temos uma eleição. Mas isso é com o presidente, e vamos ver como conduziremos isso. Treinador que traga tranquilidade, e saiba conduzir o grupo para o caminho de vitórias – completou o dirigente.

Mano Menezes é a principal opção da direção do Inter. Não apenas por ser a melhor opção no mercado, mas pela rejeição da torcida e uma multa pesada junto ao Tiajian Quanijan para o caso de se tentar Vanderlei Luxemburgo. Um emergente não está descartado, mas só será contatado se Mano não aceitar o Inter.

Mano Menezes está no RS após deixar o Shandong Luneng, em junho. Visita a filha e o neto na Capital, além de parentes pelo interior do Estado. Retorna a São Paulo no meio da semana. Informações dão conta de que aceitaria o Inter, mas quer um contrato longo ou garantias a respeito do trabalho. Não apenas a continuidade até dezembro.

Comentários

Comentários