Crítica à arbitragem marca derrota no Independência e a saída do Inter da Copa do Brasil

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

O vice de futebol Fernando Carvalho e o lateral Ceará fizeram críticas ao árbitro da partida entre Atlético-MG e Inter no Independência. O dirigente cobrou um pênalti não marcado após a bola tocar na mão de Júnior Urso, enquanto o jogador acusou o baiano Jailson Macedo Freitas de ser extremamente caseiro no empate em que o Inter deu adeus à Copa do Brasil.

– Árbitro foi decisivo. Falta no primeiro gol, um pênalti não marcado com a mão do jogador do Atlético-MG. Fomos prejudicados pela arbitragem. Se não fosse por isso, sairíamos com a classificação – apontou Fernando Carvalho.

– Acho que, no primeiro tempo, o Inter foi bem superior. Na segunda etapa, foi mais equilibrado. O juiz, infelizmente, foi bem caseiro. Me deu cartão, me intimidou. Mas o time foi bem, acho que fomos melhores nos dois jogos – completou Ceará.

O Inter retorna para Porto Alegre em voo fretado. A previsão de chegada ao Salgado Filho está para às 6h30min. Rodrigo Dourado e Vitinho permanecem em Belo Horizonte e viajam pela manhã ao Rio de Janeiro, onde serão julgados pelos STJD. A reapresentação no CT do Parque Gigante está marcada para às 16h.

Comentários

Comentários