Romildo Bolzan: “O foco do Grêmio é total dentro de campo. A eleição é secundária”

FOTO: PEDRO ESPINOSA / MUNDO GRE-NAL

FOTO: PEDRO ESPINOSA / MUNDO GRE-NAL

O presidente do Grêmio concedeu entrevista após a classificação do Grêmio para as finais da Copa do Brasil, quando o tricolor irá encarar o Atlético-MG e ressaltou que não existe favoritismo: “Não vejo favoritismo”

Sobre o favoritismo:

“Não vejo favoritismo. Fizemos jogos espetaculares lá. Empatamos aqui. Serão dois jogos iguais”.

Com relação ao possível final do jejum de títulos que perduram por 15 anos:

“Não tem preço, não dá para expressar o sentimento em relação a isso. O que vimos na chegada ao estádio, na empolgação do torcedor e sua vibração. Mas uma euforia contida. Já sofremos tantos reveses, que só vamos extravasar quando formos campeões. O Grêmio é o primeiro do ranking da CBF por ser um clube linear, o que não tem significado títulos. Este título, se nós chegarmos, será dedicado a nossa torcida.”

Na noite desta quinta-feira, Romildo irá ao Rio de Janeiro a participará na sede da CBF na manhã de sexta-feira, quando ocorre o sorteio dos mandos de campo das finais da Copa do Brasil.

O fato curioso foi que no final da coletiva, o presidente conversou com o Blog Mundo Gre-Nal e revelou que não se manifestará mais sobre o período eleitoral. Nem debate e nem entrevista será concedida.

Romildo Bolzan: “Não irei mais me manisfestar sobre eleição. O foco é total dentro de campo. Não é nenhum ato discriminatório com qualquer site, blog, veículo ou mídia.”

Comentários

Comentários