A maior operação da história da Arena

Foto: Lucas Uebel/GFPA

Foto: Lucas Uebel/GFPA

Na próxima quarta-feira será a finalíssima da Copa do Brasil dentro da Arena às 21h45min entre o Grêmio e Atlético-MG. A maior operação da história da Arena está sendo planejada e aos poucos executada.

A última semana foi de luto absoluto pela tragédia com o voo da Chapecoense e em nada se deu prosseguimento. Mas, como o jogo está marcado e as atividades vão sendo retomadas, a Arena e os torcedores irão receber uma ampla cobertura e operação no dia da final.

Serão alterações no trânsito da capital no em torno do estádio, policiamento reforçado e um número de ônibus que gira na contabilidade de 200 veículos. A linha de ônibus “Futebol”, por exemplo, terá tráfego exclusivo na Av. A.J. Renner. Uma renda recorde de R$ 5,5 milhões é esperada aos cofres da Arena.

A EPTC vai contribuir na logística do trânsito: A Av. Voluntários da Pátria terá sentido único em direção a Arena antes do jogo e quando a partida se encerrar o sentido único muda em direção bairro-centro. Na Arena, o estacionamento E-2 estará aberto desde às 8h para os profissionais que irão trabalhar. Pelas 17h ele será liberado para o público em geral.

Os torcedores terão também uma assistência maior com relação ao atendimento médico na Arena. Serão seis ambulâncias e salas com médicos distribuídos nos quatro anéis do estádio. Ao todos, 2,5 mil pessoas estarão trabalhando no atendimento ao torcedor.

Comentários

Comentários